PSD estuda apresentar liminar pela proporcionalidade

Marcelo Aguiar acompanha reunião da bancada do PSD que debateu proporcionalidade

Marcelo Aguiar acompanha reunião da bancada do PSD que debateu proporcionalidade

A Bancada do PSD na Câmara dos Deputados se reuniu novamente nesta quarta-feira (15/02), para debater a composição das comissões da Casa. Os parlamentares demonstraram preocupação com o posicionamento da Mesa Diretora, que tem dado sinais de que não aceitará a proporcionalidade exigida pelo partido novo.

O grupo decidiu apresentar uma questão de ordem exigindo a proporcionalidade após a definição do posicionamento da comissão de líderes comandada pelo deputado Arlindo Chinaglia (PT/SP) e estuda apresentar uma liminar caso a Câmara se posicione contra a proporcionalidade.

“Não podemos ficar aguardando indefinidamente o posicionamento da Câmara como se não tivéssemos direto a essas presidências e ao espaço nas comissões”, afirmou o deputado federal Marcelo Aguiar (PSD/SP). Para o parlamentar, a afirmação do presidente da Casa, deputado Marco Maia (PT/RS), de que se não houver acordo ele iria arbitrar a questão sozinho. “Isso não existe. Esta Casa é democrática e tem líderes e membros para debater a decisão. A proporcionalidade é um direito do nosso partido”, criticou.

O PSD, criado no ano passado, reivindica espaço nas comissões por ter a quarta maior bancada. Numericamente, o partido teria direito à presidência de duas comissões, e DEM e PR perderiam os cargos. De acordo com o líder do PSD na Câmara, deputado Guilherme Campos (PT/SP), o partido não ficará aguardando um posicionamento da Mesa. “Estamos agindo com calma e paciência, mas vamos apelar para a Justiça se for necessário”, explicou.

About ImprensaSP